quinta-feira, julho 26, 2007

Pixel Art

Tribute to Commodore by ~Ben-Anderson

Tomei coragem e vou escrever um artigo.

PIXEL ART
O maior problema em definir pixel art é a visão preconceituosa q a maioria das pessoas tem sobre o assunto, acreditando que pixel art trata-se apenas de uma arte digital low-res ou pixelizada (como algumas pessoas teimam em falar). Da mesma maneira que Pop arte não são apenas "Imagens saturadas de quadrinhos", Pixel art tem um conceito bem maior. Iremos aqui explicar as origens do pixel art e o mundo onde ele se enquadra.

pixel C64 v1 by ~popcorn
O Pixel art nasceu na decada de 80, nas demos para Commodore 64(um dos primeiros computadores pessoais a atingir um grande público). Baseado nos gráficos dos jogos e com várias limitações técnicas o Pixel art se desenvolveu de uma maneira parecida com os mosaicos do século XII, criando imagens a partir de blocos quadrados ou levemente verticais (quando usado em consoles sem suporte para bitmap).

Pixel art é um meio artístico onde o artista por meios digitais ou não transmite sua idéia através de uma visão do mundo dos jogos e softwares da década de 80 e do início da de 90. Os pixels em sí são apenas uma parte desta visão.

Por que o Pixel art é tão humano?monsters in pixel by ~sexyblue

O Pixel art nos transmite uma certa segurança, parecemos muito maiores perto deles, eles são quase sempre carismáticos e contraditóriamente são extremamente técnicos e digitais. Isso cria a pergunta: Mesmo se tratando do mundo digital por que o Pixel art é tão humano?
O sentimento nostálgico que acompanha o pixel art não é apenas pelo "efeito-mosaico" da baixa resolução que ele possui, o mundo criado pelo pixel art nos remete a um mundo de jogos ou no mínimo um mundo digital, fora de nossa realidade. Este mundo paralelo nos transporta para essa utupia digital. O pixel art nos transmite em primeiro lugar uma certa segurança: ele é o mundo digital visto de uma maneira que podemos entender.

As limitações de resoloção de um pixel art obrigam uma simplicidade da obra, essa simplicidade (como nos cartoons) faz com que o espectador possa se refletir na obra, tornando-á parte dele. A foto um rosto retrata apenas uma pessoa, um emoticon retrata todas as pessoas, o pixel art está mais para o lado do emoticon no eixo real-abstrato. O pixel art portanto é humano por que o visualizador se reflete na obra, completando as lacunas de informação deixadas pelos pixel de maneira intuitiva e não intencional.

Por último o Pixel art nos deixa maiores do que realmente somos. Eu vou tomar um café e já já volto pra terminar este post.

Aguardem, neste mesmo blog, neste mesmo post.


gravura por mim

Um comentário:

Aneline Cristini disse...

Sobre desenho EU NAO VOU FALAR MAAAIS NADA... a menos q seja p o grupo...


E sobre texto: vc escreve pra caralho ¬¬

Mas quando é p Inter porra nenhuma ¬¬³...????